MULHERES DE BONÉ

Faz um tempinho que venho observando a quantidade de mulheres de boné pelo “mundo fashion”. Mais um item que foi roubado do armário dos homens para completar os looks femininos. Existe um pessoal que julga e já solta um “frentista”, confesso, também torci o nariz no começo, mas analisando melhor e vendo as inspirações, já quero um básico para compor um look bem a cara do inverno. Dicas? Sempre têm algumas, mas como falo: SE VOCÊ ESTÁ SE SENTIDO BEM, SE JOGA! Eu não gosto dos bonés de aba reta, e por ser um acessório bem esportivo, tente não misturar com outras peças esportivas, assim você evita o visual “mano”. Use-o para quebrar a seriedade de um look e dar um ar mais descolado ao visual.

Quem também curte?

Acompanhe! Snapchat @CadeMeuBlush

6 DICAS PARA O INVERNO

O inverno começa (oficialmente) 21 de junho, aqui na região já está um frio absurdo e não sei vocês, mas eu fico sem saber como me vestir, quero colocar TODAS as peças de roupas possíveis para ficar quentinha! E ai, pesquisar inspirações de looks dá uma ajudada, quando rola tempo NE? Bom, resolvi compartilhar aqui alguns itens ou peças que vão te deixar quentinha e estilosa…

Coletes, pode ser máxi, mini, tradicional, jeans, de pelinho, enfim, os coletes esquentam bastante e ficam lindos. Pode usar uma jaqueta por baixo, fazer o “efeito camadas”. Cachecol, é um item clássico do inverno. Vale apostar nos coloridos e estampados. Quem quer dar um ponto de cor aos looks neutros (que são comuns no inverno) é uma opção. Casaco com capuz de pelinho (fake). Confesso que com cabelo solto me incomoda um pouco, mas curto muito! Casacos longos, além de quentes, dão um ar elegante. Gorro! Sério, eu estou apaixonada por todos looks que vejo com gorro.

Gola alta, como deixa o look estiloso né? Antigamente (ó a velha digitando haha) minha mãe obrigava a usar e eu odiava, agora quero todas as blusas com essas golas, mas tem que ser bem grande. Sabes aquelas golas exageradas? Essa que gosto!

Deixa nos comentários qual sua peça ou item que não pode faltar no inverno!

MOM JEANS

Mom jeans, como assim? haha. Sabe aquela calça jeans reta e cintura alta que vemos nas fotos (álbuns da família) a mulherada usando e ainda dávamos boas risadas? Pois é, esse modelo de calça jeans, que foi sucesso nos anos 90, está de volta e já conquistou todas as “antenadas em moda”. A vantagem do mom jeans é que não são necessárias muitas peças para elaborar um look estiloso, afinal, hoje usar uma calça assim, com modelagem diferente das skinnys e flare, já dá um ar mega estiloso! Pode usar com t-shirt, camisa, blusinha, também ficam ótimas com bodys, já que a calça é larguinha ou croppeds. Se quiser vestir o estilo anos 90 completo, pode combinar a mom jeans com uma blusa por dentro e um cinto, pronto! Nos pés também não tem segredo, quer dar um ar mais chique, coloca um scarpin, já quem procura conforto, joga um tênis.

Ah! E a Mom jeans possui um tecido bem molinho, é ótimo para quem quer conforto e estilo. Última dica? Se quiser deixar a produção mais atual, é só dobrar a barra da calça. Curte ou não?

NUNCA SERIA.

Talvez um dia você perceba que eu ter virado seu mundo de cabeça para baixo jamais foi um erro: foi um presente. Poucas pessoas conseguem chegar tão perto de quem eu verdadeiramente sou, mas o esforço quase sempre vale à pena.

Talvez em um futuro bem próximo, você perceba que não foi um erro se apaixonar por mim. Que nunca seria. Que se apaixonar por mim foi a coisa mais bonita que te aconteceu nos últimos anos e que jamais seria possível se culpar por isso, que ninguém te apontaria o dedo, que alguns talvez invejassem a sua capacidade de amar como um adolescente de novo. Mas seria só isso.

Talvez você passe o resto da vida se perguntando como seria “se”… Enquanto eu tenho A certeza no peito de “que seria incrível, porque seria a gente”. Talvez se você tivesse tido um pouco mais de paciência, teria compreendido de verdade aquela frase batida que: “não adianta tentar tirar da cabeça o que está dentro do coração”.

E aí, pudéssemos, quem sabe, finalmente, andar em barcos e dormir em redes. Ser felizes com a intensidade que todo ser humano merece: de verdade. De dentro para fora, nos olhos cheios d’água, nas mãos suadas, no peito, no coração acelerado, na respiração entrecortada, no cheiro, no tempo investido, nas horas de silêncio, no carinho que virou amor, na história que não aconteceu por ironia do destino.

Não, nosso amor não foi um erro. Nunca seria.

Natália Vicentini
Natália Vicentini
De mim e dos outros

Blumenauense, formada em Jornalismo e finalizando curso de Direito; usa as palavras quando transborda e não se cabe mais por dentro. Se não escrever, surta. Tenta ser uma pessoa cada vez melhor - nem sempre consegue -, mas, ainda assim, possui "aquela estranha mania de ter FÉ na VIDA". Compartilha suas ideias malucas e seus amores inacabados na página "De mim e dos Outros".

123456... 478
12345... 478
123... 478