Arquitetura combina com moda | Henry Capelanes

Todo mundo gosta de uma novidade não é? Então, agora que finalmente 2017 começou, trouxe uma novidade super arquitetônica, haha. A partir de hoje, todos os sábados vai rolar post falando sobre arquitetura e decoração. Convidei o Arquiteto Henry Capelanes para a tarefa de assumir essa coluna e trazer para vocês várias dicas de arquitetura, decoração, os famosos “faça você mesmo”, entre outros… E claro, mostraremos aqui um projeto muito especial feito pelo Henry: O MEU APÊ! Mas, por enquanto é só pra deixar vocês com água na boca, pois falaremos disso apenas mais pra frente… Espero que curtam essa novidade!

O que arquitetura tem a ver com moda? TUDO!!

Lá na década de 50, Coco Chanel inspirou sua coleção e seus famosos tailleurs nas linhas sóbrias e retas da Bauhaus (que foi uma escola de design, artes plásticas e arquitetura de vanguarda na Alemanha) e no arquiteto Le Courbusier (que foi um arquiteto, urbanista, escultor e pintor de origem suíça naturalizado francês e se tornou um dos arquitetos mais conhecidos no mundo). É dela a frase: “Moda é arquitetura, é só uma questão de proporção.”

Com isso, podemos perceber, que estes dois universos que nos cercam e nos fascinam tem muito mais em comum do que podemos imaginar. Ambos refletem a revolução de costumes de uma sociedade. Conceitos como tecnologia, funcionalidade, forma, texturas e materiais nos fazem permear por estes dois universos, deixando-os mais próximos. O que de fato muda é a escala e o tempo, pois, no caso da arquitetura, as obras são mais perenes.

E para fechar esse primeiro post trago um exemplo mais recente e mais próximo de nós: a Coleção Cruise 2017, da Louis Vuitton. A coleção foi inspirada nas obras do Arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer (todo mundo conhece ambos né?! Hahahaha…). E qual o local escolhido para sediar este desfile? Isso mesmo, uma das obras mais emblemáticas do arquiteto, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói. As modelos pareciam sair de um disco voador e a ideia era exatamente essa. Este clima futurista que domina a moda da marca atualmente encontrou o cenário perfeito para apresentar a coleção.

Para mim, a questão principal era incorporar elementos que são parte da cultura brasileira, sem esquecer que sou apenas um visitante que carrega suas próprias referencias parisienses e francesas”, disse o diretor criativo da marca, Nicolas Ghesquière.

Demais né?! Agora que já mostrei brevemente que arquitetura e moda tem sim tudo a ver (brevemente pois tem muita coisa mostrando/falando sobre isso e poderia ficar semanas aqui escrevendo tudo), convido vocês a acompanharem esta coluna que trará muitas coisas legais e criativas do mundo da arquitetura e decoração. E prometo que vou maneirar no textão ok?! Hahaha.E fiquem a vontade para pedir dicas e assuntos para tratarmos aqui, atenderei todos os pedidos sempre que possível. Até o próximo sábado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *