Eu cuido, sério.

Desfaz essas malas, desliga o carro e me dá aqui todo o peso da sua incerteza. Eu cuido, sério.

Eu tô aprendendo a ser cada dia mais madura, mais mulher, mais atenta; porque eu sei que eu posso sim, ser tudo aquilo que você precisa e esse é o tipo de meta bonita na qual vale a pena acreditar.

Minha solidão e meus medos eu guardei em uma caixinha. Não quero mais remexer neles, por mais que ainda me assombrem em domingos tristes. Mas eu não vou pedir “arrego”, muito menos fraquejar e ficar pedindo muito de você o tempo todo só porque algumas cicatrizes ardem mais em dias assim.

Você já me conhece e já sabe o que me dói, então quando puder, eu sei que vai cuidar de mim e me fechar os machucados como faz com tanta facilidade sem nem perceber. Nunca foi uma questão de “pedir”, porque carinho é o tipo de coisa que não se mendiga, jamais. Sempre foi uma questão de ser você mesma e esperar que o outro queira ser ele mesmo junto de você. Simples assim.

E aí sim, vocês dividem a cama, os cheiros, os colos, as conversas, os olhares, as confidências e os planos. Você não sabe bem ao certo como classificar o que existe e, muito menos explicar porque é incrivelmente simples e fácil formar um “par” com o outro. Mas é assim. Depois que passa a tempestade, as esperas e os dias longos demais, você deita sua cabeça cansada no peito do outro e pensa feliz:

“Obrigada por não ter desistido de verdade de mim naquele mês de agosto… porque eu também nunca desisti de você.”

Natália Vicentini
Natália Vicentini
De mim e dos outros

Blumenauense, formada em Jornalismo e finalizando curso de Direito; usa as palavras quando transborda e não se cabe mais por dentro. Se não escrever, surta. Tenta ser uma pessoa cada vez melhor - nem sempre consegue -, mas, ainda assim, possui "aquela estranha mania de ter FÉ na VIDA". Compartilha suas ideias malucas e seus amores inacabados na página "De mim e dos Outros".

Acompanhe! Snapchat @CadeMeuBlush

Dicas importantes na hora de Construir ou Reformar | Henry Capelanes

Todo mundo já ouviu algumas vezes na vida aquele velho ditado sobre o barato sai caro neh?! Na hora de construir ou reformar esse velho ditado se torna mais verdadeiro possível. O projeto, a mão de obra e as escolhas dos materiais são peças chaves no momento da decisão, esses são os principais itens que indispensavelmente não se pode optar pelo mais barato (mas calma, nem sempre o mais caro de todos é a melhor solução também).

Abaixo listarei alguns pontos que podem ajudar a não ter que pagar duas vezes na hora de executar sua obra.

Profissional

A escolha de um bom profissional é o ponto de partida para qualquer assunto relacionado a reforma/construção. O arquiteto é um profissional flexível e pode indicar soluções mais econômicas ou com melhor custo/benefício. Além, claro, de planejar toda a parte de custos e execução da obra. No final a dor de cabeça e custos serão bem menores, portanto, é um investimento super valioso.

Projeto

Projetos pouco detalhados e com poucos desenhos (parte gráfica) podem causar problemas e confusão na hora da execução, tendo como consequência custos extras durante a obra. Com um projeto bem feito o cliente pode exigir a entrega com ótima qualidade como previsto em projeto e no fechamento do serviço com a empresa contratada. Além de ser uma garantia ao cliente, claro. Seguir o projeto à risca é a melhor maneira de argumentação se algo der errado durante a execução.

Planejamento

Na hora de decidir o serviço a ser executado, principalmente se falando em reforma, planejar com uma certa folga os prazos é a melhor solução. Como todos já devem ter escutado alguma vez na vida, obra sempre pode acarretar surpresas durante a execução.

Escolha dos revestimentos

Essa é uma etapa super importante. É importantíssimo pensar na qualidade e no material mais indicado para a área que se pretende utilizar, pois nem sempre o revestimento mais bonito ou que agrada mais é o mais indicado para o local onde se pretende aplicar. Escolher um bom profissional para a aplicação também é de extrema importância. Alguns revestimentos necessitam aplicações especiais com materiais específicos.

Fuja de enrascadas

Pense sempre muito bem antes de contratar um profissional. Escolha sempre um especializado para evitar despesas extras por um serviço de má qualidade. Principalmente eletricista e encanador, pois podem ocasionar em graves riscos se for executada de maneira inadequada. O velho e famoso boca-a-boca é o mais indicado na escolha destes profissionais, pergunte sempre a algum conhecido e busque sempre referencias confiáveis antes da escolha.

Bom gente, estas são algumas dicas para quem está pensando em construir ou reformar o seu lar doce lar. Espero ter ajudado, e se tiver alguma dúvida deixem nos comentários que responderei a todas. Até a próxima.

Saia com zíper

Uma das tendências que mais estou gostando desse outono/inverno é a saia com zíper. Eu sei que quase todas as saias possuem zíper gente, mas esse item, que antes era apenas utilitário, ganhou destaque maior nessa temporada e agora tornou-se um acessório para completar o look. Apesar de deixar a produção com ar mais despojado, fica super elegante combinada com salto fino. Tricot, t-shirt e nos pés tênis, deixa o look cool e fofo, pode apostar!

E ai, curtiram?

Listras | Inverno 2017

As listras estão em alta (de novo), promete ser a estampa mais desejada do inverno 2017. Para fugir do óbvio, voltam agora com larguras diferentes, cores (fugindo um pouco do P&B) e tanto na vertical quanto na horizontal… A ideia é que as listras apareçam tanto em tons de preto e branco como em cores, então tem para todos os gostos e estilos.

As listras multicoloridas estão se destacando mais, trazendo cores ao inverno. Aparecem em diversas peças, desde saias midi (outra febre), tricot, calças Pantacourt, bodies, tops de malha, vestidos, jaquetas… Acho que todo mundo já está cansado de ler como combinar essa estampa com outras peças, mas não custa repetir: escolha uma das cores das listras para completar o look ou algum tom neutro como o preto e branco.

Algúem não curte essa estampa? Eu confesso que uma peça P&B listrada sempre “me ganha”, resta agora apostar em outras cores também…

12345678910... 469
123456789... 469
34567... 469